Vocação de Serviço - Definição, Conceito e O que é

Quando alguém tem a convicção e a paixão de exercer uma atividade profissional, diz ter vocação. Por outro lado, a idéia de servir em sentido geral refere-se ao ato de servir, ou seja, manter uma atitude de empatia em relação aos outros. Consequentemente, o conceito de vocação de serviço refere-se à inclinação profissional destinada a satisfazer as necessidades dos outros.

É um conceito aplicável a qualquer atividade ou comércio. Assim, um médico, recepcionista, cabeleireiro ou funcionário público pode considerar que seu trabalho profissional é orientado pela vocação de serviço. Isso implica que sua motivação se baseia na satisfação de seus clientes, de maneira gentil e honesta e, finalmente, no exercício de sua profissão com critérios profissionais e, ao mesmo tempo, éticos..

Apoio solidário

O conceito de vocação de serviço nem sempre está relacionado ao trabalho remunerado, mas àquelas atividades realizadas de maneira altruísta e com espírito de solidariedade. Os voluntários que colaboram com as ONGs o fazem sem receber uma recompensa econômica em troca e sua principal motivação é a satisfação pessoal e a sensação de utilidade para os outros. Em outras palavras, seu tempo e suas energias são orientados para uma causa nobre que está diretamente relacionada ao conceito de vocação de serviço.

A vocação de serviço como abordagem ética

Um profissional deve cumprir as obrigações trabalhistas da maneira mais eficaz possível e, em troca, recebe um salário. A partir dessa premissa geral, duas abordagens possíveis podem ser dadas aproximadamente:

1) o profissional tenta cumprir sua responsabilidade porque o contrato a estabelece e porque, caso contrário, teria consequências negativas (por exemplo, ele seria demitido) e

2) o profissional tenta cumprir porque considera sua obrigação moral. Neste último caso, sua motivação vai além do salário que você recebe ou das cláusulas contratuais.

A abordagem ética na vocação de serviço consiste em agir não porque alguém a impõe de fora (por exemplo, um chefe que dá uma ordem), mas porque você tem a convicção moral que o força a agir de uma certa maneira.

O chamado de Deus

No mundo cristão, algumas pessoas afirmam que sua vocação religiosa surgiu do chamado de Deus. Dessa forma, quem recebe a mensagem ou sinal de Deus sente que sua vida deve ser orientada em uma direção: amor pelos outros, inspirado pelo amor a Deus. Essa motivação religiosa também se baseia na vocação de serviço.

Fotos: Fotolia - ImagensRF / zanna26