Significado da Virtude

O que é a virtude:

Como virtude, a qualidade humana de quem se caracteriza por agir bem e corretamente é chamada. Como tal, é uma qualidade moral considerada boa. Também pode se referir à eficácia de certas coisas para produzir certos efeitos..

A palavra virtude, como tal, vem do latim virtus, virtūtis, e é derivado da palavra latina vir, que significa 'masculino', 'masculino', no que se refere à qualidade do valor, associado ao masculino no pensamento antigo.

Nesse sentido, a virtude pode designar a força, o vigor ou o valor que uma pessoa apresenta em determinadas situações: "Apesar do que lhe aconteceu, Magdalena demonstrou a virtude de sempre seguir em frente". Portanto, também se pode falar em virtude para se referir à integridade do caráter de alguém..

A virtude, como tal, pode ser verificada em pessoas com integridade moral, dispostas a se comportar de acordo com o que é justo, com o que, entendido em sentido moral, está correto.

Portanto, a virtude também é reconhecível nas ações virtuosas e na maneira direta de proceder. Portanto, na linguagem cotidiana, o termo virtude também é usado para designar as qualidades de uma pessoa que trabalha bem.

Por outro lado, a virtude também pode ser usada para se referir à eficácia de certas coisas para produzir ou causar efeitos positivos: "O caldo de galinha da minha mãe tem a virtude de criar um homem morto", "Aloe Vera tem virtudes curativas impressionantes"..

No plural, as virtudes são, segundo a doutrina católica, os anjos portadores de graça e coragem, cuja missão fundamental é realizar as operações divinas na Terra. Eles também são conhecidos popularmente pelo nome de anjos da guarda e fazem parte do quinto coral..

Veja também Value.

Virtude moral

Como virtude moral, geralmente é chamado o hábito de fazer o bem. Como tal, a virtude é uma qualidade positiva, que alude à perfeição no comportamento ou no modo de proceder e, nesse sentido, se opõe ao vício ou defeito..

Em sua filosofia, Aristóteles considerava que a virtude estava com moderação, isto é, no equilíbrio entre os extremos do defeito e do excesso. Portanto, as virtudes morais são relativas ao bem e estão sujeitas às diretrizes da ética.

Veja também Moral.

Virtudes cardeais

As virtudes cardeais são prudência, justiça, força e temperança. Segundo Platão, a justiça era a virtude mais importante do sistema de virtudes cardinais, porque, segundo ele, segundo ele, o homem podia acessar as outras três. Virtudes cardinais, como tais, são consideradas a base essencial das virtudes morais do homem.

Veja também Cardeal Virtues.

Virtudes teológicas

Segundo a Bíblia, as virtudes teológicas são fé, esperança e caridade. Nesse sentido, são virtudes cujo propósito é o próprio Deus. Portanto, é o próprio Criador que os infundiu na alma dos homens.

Veja também Virtudes Teológicas.