Significado da Teoria Crítica

O que é teoria crítica:

Teoria crítica É uma doutrina de pensamento baseada nas críticas do marxismo e que propõe, a partir daí, um novo corpo teórico conhecido como neomarxismo.

A teoria crítica foi desenvolvida no Escola de Frankfurt por um grupo de pensadores e intelectuais entre os quais temos Walter Benjamin, Theodor Adorno, Max Horkheimer, Herbert Marcuse, Jürgen Habermas e Erich From, entre outros.

Como uma corrente de pensamento, teoria crítica se opunha à teoria tradicional, baseado nos postulados das ciências naturais e do positivismo (tão em voga na época), que ele acusou de reduzir o conhecimento a uma reprodução conceitual dos dados que a realidade contribuía.

De fato, o adjetivo de “crítica” passa a indicar sua posição questionadora do conhecimento anterior.

Teoria crítica, nesse sentido, propõe que o conhecimento seja mediado pela experiência do sujeito, bem como seu contexto histórico, político, econômico e social, e argumenta que interesses teóricos e não teóricos influenciam a maneira pela qual o conhecimento é organizado, formado e constituído..

Para a teoria crítica, existe uma teoria pura, divorciada do indivíduo, de sua experiência e de seu contexto histórico. O conhecimento só é possível se considerado em relação à vida social, pois todos os aspectos da realidade têm um valor teórico que determina em certa medida a maneira pela qual o conhecimento científico é produzido..

Portanto, seu objetivo de realizar uma atualização teórica do marxismo, uma vez que a crítica teórica reconhece que tanto a situação econômica quanto política e social em que esse corpo teórico foi criado estão mudando desde então, a ponto de não mais existir. aplicável.

Veja também O que é crítica?