Semântica

O que é semântica:

É chamado como semântica a ciência linguística que estuda o significado de palavras e expressões, isto é, o que as palavras significam quando falamos ou escrevemos. Termo cunhado por Michel Bréal em 1833.

O objetivo da semântica é desmembrar o significado em unidades menores, chamadas sema ou características semânticas, permitem segmentar o significado das palavras e diferenciar palavras de significado semelhante e palavras de significado oposto.

Por outro lado, semântica linguística é responsável por estudar a denotação e conotação das palavras, quando a mensagem é expressa objetivamente, diz-se que seu significado é denotativo e, quando a comunicação objetiva é adicionada alguma avaliação pessoal através de gestos ou entonação, diz-se que seu significado é conotativo.

O estudo das palavras pode ser dividido em:

  • A sinonímia ocorre quando o mesmo significante pode ser expresso com vários significantes, por exemplo: colapso, queda, colapso, entre outros.
  • Antonimia é caracterizada porque o significante tem o significado oposto ao de outro, por exemplo: frio - quente.
  • A polissemia se origina quando um significante corresponde a vários significados; no caso da palavra pata, corresponde ao animal e à perna do móvel.
  • Homonímia, é a semelhança de significados, as palavras homônimas têm variação na escrita, por exemplo: had (verbo have) e tube (objeto cilíndrico).

Um campo semântico é um conjunto de palavras ou expressões que têm um significado semelhante porque possuem uma unidade básica funcional comum, chamada sema (sinal) ou raiz linguística.

Veja também Campo Semântico e Polissemia.

Semântica lógica, Utilizado na ciência, é o estudo da relação entre um signo e sua realidade. Por outro lado, a semântica na ciência cognitiva estuda a relação que a mente de uma pessoa atribui aos sinais e analisa o mecanismo psíquico entre o falante e o ouvinte..

Há palavras adotadas de outras línguas, que é o que se chama rastreamento semântico. Por outro lado, o ciência semiótica é responsável por estudar os sinais, seus relacionamentos e significado.

Em ciência da computação, a semântica é responsável por estudar do ponto de vista matemático, o significado de programas ou funções.

Etimologicamente, o termo semântico vem do grego "Semantikos", o que significa "algo que tenha um significado relevante ou significativo".

Semântica e sintaxe

A sintaxe tem a função de oferecer diretrizes ou normas para criar sentenças de maneira coerente, com o objetivo de expressar ou enunciar o significado correto das palavras, podendo ser supervisionada pela ciência linguística semântica que, bem identificada acima, é responsável por estudar o significado das palavras.

Semântica e morfológica

Morfologia é a disciplina linguística encarregada de estudar a forma e as combinações dos componentes internos das palavras. Estudos de morfologia através de monemas e, estes são divididos em: lexemes e morfemas.

Os lexemas dão o significado lexical à palavra, ou seja, a raiz dos substantivos, verbos, adjetivos e advérbios, por exemplo: padeiro, o léxico é pão, azulado o léxico é azul. Por outro lado, os morfemas contribuem com significado gramatical, como: os artigos determinantes, preposições, conjunções, desengajamentos ou afixos.

Semântica e sintaxe

A função sintática é o tipo de relacionamento estabelecido entre os diferentes tipos de frases.

As funções sintáticas podem ser classificadas em 3 categorias:

  • Primário, sujeito e predicado.
  • Secundário, realizado por suplementos verbais.
  • Terciário, afeta o secundário, ou seja, complemento do nome, complemento do adjetivo, complemento do advérbio.

Semântica lexical e estrutural

A semântica lexical consiste no estudo de palavras sem nenhuma conexão com o contexto em que opera. Por seu lado, a semântica estrutural, como indicado pelo seu nome, consiste em construir e analisar unidades elementares para entender esses significados..

Semântica gerativa

Na teoria linguística generativa, a semântica é o componente gramatical que interpreta o significado das sentenças geradas pela sintaxe e pelo léxico. Bem, a semântica generativa é a teoria linguística que vem da gramática generativa e afirma que toda sentença feita vem, através de transformações, de uma estrutura semântica e não sintática.