Significado da Revolução Industrial

O que é a Revolução Industrial:

Curtir revolução Industrial é chamado de período histórico em que se experimentou um conjunto de mudanças radicais nos métodos de produção de bens, tudo isso trouxe uma série de mudanças profundas nas relações econômicas e sociais entre indivíduos.

Comece às Inglaterra, na segunda metade do século XVIII, e daí se estendeu, nos próximos anos, a outros países da Europa Ocidental e aos Estados Unidos da América.

Veja também Modernidade.

A revolução industrial marcou a transição de uma economia rural, baseada principalmente na agricultura, mas também caracterizou a predominância do comércio e da produção manual de bens, para uma economia urbana, industrializada e mecanizada.

A necessidade de buscar novos métodos de produção no século XVIII, aliada aos avanços científicos do momento, resultou na invenção de novas tecnologias para a melhoria dos sistemas de produção.

Os avanços científicos mais importantes foram, no século XVIII, a invenção do maquina de vapor, criado por James Watt, e sua aplicação na indústria e nos transportes, e, no século XIX, na descoberta de energia elétrica e no motor de combustão interna.

Todos esses avanços significaram uma revolução em todas as áreas da vida do momento. Entre eles:

  • Multiplicação da produção em relação ao tempo de produção.
  • Evolução no meio de transporte: aparência de navios e ferrovias a vapor.
  • Expansão comercial graças ao novo meio de transporte.
  • Multiplicação da riqueza, aumento do PIB.
  • Ascensão da burguesia industrial, classe composta pelos proprietários dos meios de produção.
  • Migrações do campo para a cidade: crescimento da população urbana.
  • Surgimento de uma nova classe social: o proletariado, constituído por trabalhadores e trabalhadores.
  • Nascimento da questão social.
  • Avanços em medicina e higiene e conseqüente aumento da população.
  • Deterioração ambiental, degradação da paisagem e destruição da terra.
  • Criação do conceito de produção em massa e consumo em massa.
  • Desenvolvimento e expansão do capitalismo.

Coincide em apontar duas etapas da revolução industrial. O primeiro, que se estende de meados do século XVIII até a primeira metade do século XIX, caracteriza-se pela introdução do motor a vapor nos processos de fabricação.

O segundo, que vai do final do século XIX até o início da primeira guerra mundial, em 1914, se distingue pela aplicação de inovações como energia elétrica e motor de combustão interna na fabricação de bens.

A revolução industrial significou não apenas a decolagem econômica e tecnológica das principais potências européias e dos Estados Unidos, mas também a causa de inúmeras injustiças sociais, como trocas desiguais entre a burguesia e a classe trabalhadora (exploração do proletariado) e o surgimento de ideologias e revoltas. social que queria mudar a situação. A partir daí, a justificativa de comunismo, o socialismo e ele anarquismo, além de reivindicar movimentos que conseguiram conquistar, lenta mas gradualmente, melhores condições para os trabalhadores.