Significado de Opulencia

O que é opulência:

O fim opulência se refere a abundância, riqueza e excesso de bens. O termo opulência é de origem latina "opulentia " que expressa "riqueza e abundância ”

A palavra opulência é sinônimo de exuberância, superabundância, plenitude, riqueza, entre outros. A opulência é a presença de luxo excessivo, riqueza material, é uma característica apresentada por tudo que mostra grande fortuna.

Tendo em conta o que precede, viver em opulência, refere-se a um indivíduo ou comunidade que tem um alto status de vida, devido à sua abundância em dinheiro e propriedades e também pode ser chamado de opulento, É uma palavra usada como adjetivo para se referir a tudo que tem excesso de abundância ou riqueza.

A opulência pode ser alcançada por anos de trabalho árduo ou simplesmente por sorte, como é o caso de ganhar na loteria ou em um projeto com grande sucesso a princípio, entre outros. A opulência é um indivíduo que possui mais do que precisa para viver e, nesse caso, todas as pessoas opulentas que são solidárias e ajudam os mais necessitados devem ser destacadas, colaborando com entidades sociais para atender às necessidades daqueles que não podem sim sozinho, como: Shakira, Donald Trump e outras pessoas reconhecidas ou não famosas que realizam ações de caridade.

O oposto da opulência é escassez, insuficiência, miséria, necessidade, dificuldades, diminuição e assim por diante. Apesar da existência de pessoas opulentas e sabendo que existem pessoas ou países que precisam de ajuda externa, elas não o fazem devido à ganância e à obsessão de possuir cada vez mais, porque nunca se contentam com o que têm..

Por outro lado, figurativamente, a opulência é tudo o que apresenta grande desenvolvimento de formas, corpo grande e volumoso.

Opulência religiosa

A opulência é uma característica comum em várias freiras. Nas religiões egípcia, grega, entre outras, é possível observar a presença de elementos sagrados, como: templos decorados em ouro, construídos com grandes santidades e magnificência e com obras de arte que caracterizam cada período histórico..

Na Babilônia, 2.000 anos aC, foram construídos templos decorados em ouro e pedras preciosas. No templo da Lei de Moisés, um santuário portátil construído em madeira, ouro, prata, bronze, pele fina, cortinas de algodão, entre outros, foi construído. Na Grécia antiga, no século V aC, foi construído Partenon, um templo de 50 colunas, feito de mármore e no meio uma estátua da deusa Atenas, feita de ouro e marfim.

Na época de Jesus, tudo era simples, sem luxos ou templos luxuosos, até que o clero começou a se formar com pessoas de destaque e surgiram diferentes estilos arquitetônicos, como: bizantino, românico, gótico, renascentista etc., que serviram como ponto de partida para demonstrar a opulência religiosa de cada período histórico.