Folha de pagamento

O que é Folha de Pagamento:

Curtir folha de pagamento o relação de pagamento em que uma empresa coleta os registros financeiros de seus funcionários. Vem do latim nome, plural de nomen, nomĭnis, O que significa 'nome'? Contém atribuições, deduções e retenções detalhadas de natureza legal e contratual que o trabalhador recebe em seu salário e que correspondem a um determinado período de tempo.

Um folha de pagamento, nesse sentido, é um ferramenta de contabilidade contábil que permite que o pagamento seja feito de maneira legal e organizada aos trabalhadores, além de fornecer informações contábeis úteis para o trabalhador, a empresa e a agência responsável pela regulação das relações de trabalho.

A folha de pagamento pode ser liquidada de uma maneira mensalmente, quinzenalmente ou semanalmente, de acordo com o prazo estabelecido entre o trabalhador e a empresa para pagamento, e pode ser registrado de maneira manual ou eletrônica, através de software de contabilidade.

Recursos da folha de pagamento

O folha de pagamento é um documento contábil, com validade legal, que especifica a relação de pagamento estabelecida entre um trabalhador, um provedor de serviços e uma empresa contratada. Na folha de pagamento, os dados fiscais da empresa contratante, como nome, endereço ou número de contribuinte, devem estar presentes; e os de trabalhadores, entendidos como nome completo, endereço, número fiscal, número de afiliação da Previdência Social, categoria de trabalho, data de registro, antiguidade na empresa etc..

Como tal, uma folha de pagamento é uma fatura de pagamento, portanto, deve refletir a salário base do empregado, sobre o qual serão feitas deduções ou retenções de rigor. A esse valor serão adicionados suplementos salariais, que podem ser por antiguidade, posto, treinamento, riscos ocupacionais, horas extras, bônus por objetivos, entre outros. A soma total desses itens resultará em salário bruto do trabalhador.

Em seguida, a folha de pagamento deve cobrar, de maneira especificada, o relativo às deduções da lei, correspondentes à Previdência Social, benefícios sociais, etc. Por fim, considerando o valor acumulado e o total deduzido, resulte no valor que o trabalhador receberá: salário líquido ou líquido.