Significado de Neoliberalismo

O que é o neoliberalismo:

O neoliberalismo é um teoria político-econômica que retoma a doutrina do liberalismo clássico e a repensa no atual esquema capitalista sob princípios mais radicais.

A palavra, como tal, é um neologismo formado pelo elemento composicional "neo-", que vem do grego νέος (néos) e significa 'novo', o substantivo latino liberālis, e o sufixo relacionado à doutrina ou sistema "ismo".

O neoliberalismo surge como reação à intervenção estatal como garante de uma maior justiça social (isto é, do Estado benfeitor), e ganha força graças aos fracassos da economia capitalista do século XX, particularmente os registrados no final dos anos 20 e nos anos 1970.

Para o neoliberalismo, o Estado só deve cumprir suas funções fundamentais como órgão de governança na organização da sociedade, de modo a se opor à sua intervenção no funcionamento da economia, a fim de manter os regulamentos e impostos sobre comércio e finanças.

Favorece a privatização de empresas e serviços que estavam nas mãos do setor público, sob a premissa de que o setor privado é mais eficiente. Ele é a favor da redução dos gastos sociais, da promoção da livre concorrência, das grandes empresas e do enfraquecimento e desintegração dos sindicatos..

Veja também Privatização.

Ele neoliberalismo considere isso a economia é o principal motor do desenvolvimento de uma nação, Portanto, além de considerar que todos os aspectos da vida de uma sociedade devem estar subordinados às leis de mercado, defende a comércio livre promover maior dinâmica da economia, o que, em teoria, deve gerar melhores condições de vida e riqueza material.

Veja também Liberalismo econômico.

Seus principais ideólogos e promotores são Friedrich August von Hayek e Milton Friedman, que o propõem como modelo alternativo para salvar a economia do século XX.

Líderes políticos da magnitude de Ronald reagan, Margaret Thatcher ou Augusto Pinochet, Na América Latina, eles foram os primeiros a implementar políticas neoliberais em seus respectivos países. Hoje, porém, é uma das tendências ideológicas mais difundidas no Ocidente, sendo o modelo por excelência dos Estados Unidos..

Veja também o liberalismo.

Neoliberalismo e globalização

O neoliberalismo experimentou uma expansão mundial nas últimas décadas do século XX, combinada com a ascensão da globalização como um processo econômico, tecnológico e social, que produziria um mundo mais interconectado e interconectado no nível de mercados, sociedades e culturas.

O expansão do sistema capitalista como resultado da queda das economias comunistas, juntamente com os princípios do neoliberalismo, como a limitação da intervenção do Estado nas relações comerciais e a oposição a regulamentos e tarifas, tudo sob o esquema de mercado livre, tem causado um unidade econômica mundial, com fronteiras cada vez mais abertas e mercados comuns crescentes, típicos de economia globalizada.

Há debates sobre se a globalização é um produto do neoliberalismo ou vice-versa, embora a verdade seja que a globalização cria as condições ideais para o neoliberalismo, pelo qual podemos afirmar que são processos complementares.

Veja também Globalização.

Neoliberalismo no México

No México, o neoliberalismo surge nos anos 80, em um cenário de crise econômica, durante o governo de Miguel de Madrid Hurtado, quem inicia a implementação de uma série de reformas neoliberais isso seria caracterizado pela privatização de empresas estatais, a contração do Estado, a redução dos gastos públicos e a abertura da economia, distinguida pelo incentivo ao investimento de capital estrangeiro, a introdução no país de empresas multinacionais etc..

Políticas econômicas neoliberais, impostas tanto pela Fundo Monetário Internacional quanto a ele Banco mundial, será continuado por Carlos Salinas de Gortari e seus sucessores na sede do Estado mexicano, que dará lugar ao México assinar a Tratado de Livre Comércio Estados Unidos e Canadá na década de 90 e conceder autonomia ao Banco do México, entre outras medidas.