Narração

O que é narração:

Narração Pode se referir a várias coisas: pode ser o ação e efeito de narrar, o relacionamento de uma sequência lógica de eventos, ou um romance, uma história ou uma história. A palavra, como tal, vem do latim narração, narratiōnis.

Nesse sentido, para que uma narrativa ocorra, é necessário que os fatos acima mencionados estejam relacionados e que estejam ocorrendo, na linha narrativa, de uma maneira mais ou menos lógica que permita ao destinatário entender o significado total da mensagem.

Portanto, os fatos mencionados em uma narrativa devem ser regidos por um princípio de causalidade, segundo o qual tudo narrado deve ter um motivo para ser verificado em um antes e que é direcionado a um depois.

O narração, junto com o descrição e os diálogos, É um dos recursos fundamentais para a composição de uma história, pois é a partir dela que os fatos que formam a base do argumento são referidos.

Existem fundamentalmente duas formas de narração: a escrito, que é o que capturamos em papel ou formato digital, e o oral, o que produzimos quando conversamos, contamos uma história ou contamos uma história.

Narração literária

Curtir narração literária é designado aquele que utiliza um conjunto de recursos retóricos e procedimentos literários para produzir um texto de natureza artística. Como tal, a narração literária conta uma história na qual vários personagens cujas ações ou aventuras são narradas por um narrador que pode ou não fazer parte da história..

As narrativas literárias podem pertencer a diferentes subgêneros, mas podemos diferenciar fundamentalmente dois: a história e a novela (Estes, por sua vez, podem ser subdivididos em muitos outros). Alguns dos maiores narradores da história da literatura foram Miguel de Cervantes, Franz Kafka ou Gabriel García Márquez.

Narração informativa

Um narração informativa É o relacionamento de uma sequência de eventos ou eventos que é realizada para transmitir ou dar a conhecer ao destinatário uma série de dados ou referências. Nesse sentido, trata-se de um tipo de narração objetiva, na qual o autor tenta evitar todo tipo de julgamento e opinião, uma vez que o texto deve estar próximo ao seu objetivo principal: informar ao receptor o que aconteceu em um evento. É um tipo de narrativa típica de textos jornalísticos, educacionais ou históricos.

Narração histórica

Curtir narração histórica é conhecida a relação de uma série de eventos de natureza real e objetiva, que realmente ocorreu em algum momento e que deram origem a uma série de mudanças e transformações de ordem política, social, econômica ou militar, cujas consequências são verificadas no curso da história. Como tal, parte de um ponto de vista objetivo e busca ter algum rigor científico, além disso, utiliza recursos como impessoalidade na narração, citações e uso de linguagem especializada..