Nafta

O que é nafta:

A nafta é uma bloco econômico do Acordo de Livre Comércio da América do Norte ou em inglês Acordo de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA) que entrou em vigor em 1994.

O Nafta é composto por 3 países da América do Norte: Canadá, México, Estados Unidos.

O principal objetivo com a criação do Nafta foi reduzir ou eliminar as barreiras comerciais entre os três países mencionados acima, tudo para competir com a União Européia (UE), um bloco formado por países europeus que apresentou resultados positivos e se destacou na o cenário econômico.

Os sinônimos de nafta são: combustível e gasolina. É por isso que a palavra nafta pode se referir a um derivado de petróleo, usado como combustível de alta octanagem, através do processo catalítico e para a produção de gás de síntese usado na produção de gás doméstico.

Finalmente, na indústria petroquímica é usado como Matéria-prima para a produção de etileno, propileno, benzeno, tolueno e xilenos. Além disso, na indústria química, é usado como solvente.

Veja também Indústria petroquímica.

Objetivos

  • Aumento na exportação, importação e investimento.
  • Remova barreiras tarifárias.
  • Facilidade de circulação de bens e serviços entre os países membros.
  • Comércio livre.
  • Maior integração de países.
  • Reduzir custos comerciais, através da eliminação ou redução de impostos de importação sobre as relações comerciais entre os países membros.

Veja também:

  • Comércio livre
  • Exportação

História

O Nafta começou com o "Acordo de Liberação Econômica", assinado entre os países dos Estados Unidos e do Canadá em 1988. Consequentemente, em 1992, o antigo tratado foi estendido com a entrada do México como membro do bloco e a partir daí. momento o O Nafta tem como objetivo principal a livre circulação comercial entre os três países.

Como tal, o Nafta foi assinado em outubro de 1992 pelo presidente mexicano Carlos Salinas de Gortari, presidente dos Estados Unidos George H. Bush e primeiro-ministro canadense Brian Mulroney. Entretanto, entrou em vigor a partir de 1º de janeiro de 1994.

Apesar de alguns inconvenientes no momento da criação do bloco econômico, ele favoreceu o desenvolvimento econômico entre os países, alcançando um aumento significativo nas exportações, principalmente em produtos agrícolas. Além disso, um crescimento na produção e investimentos, o que cria oportunidades de emprego, reduzindo a taxa de desemprego.