Significado de Mito

O que é o Mito:

Um mito é um história maravilhosa estrelando deuses, heróis ou personagens fantásticos, localizados fora do tempo histórico, que explica ou dá sentido a certos fatos ou fenômenos. A palavra, como tal, vem do grego μῦθος (mythos).

Os mitos, nesse sentido, fazem parte do sistema de crenças de um povo ou cultura. Tomados em conjunto, os mitos compõem um mitologia. A mitologia, como tal, é o que sustenta a visão de mundo de uma cultura, isto é, o conjunto de histórias e crenças com as quais um povo tradicionalmente se explica a origem e a razão de ser de tudo o que o rodeia.

Nesse sentido, os mitos oferecem explicações sobre a origem do mundo (cosmogonia), dos deuses (theogony), do homem na Terra (antropogênico), da fundação de culturas e nações (fundacional), de seres, coisas, técnicas e instituições (etiológico), bem como sobre a origem do bem e do mal (moral) e histórias associadas à ideia do fim do mundo (escatológico).

Mitos respondem perguntas existenciais (Quem somos?, De onde viemos?, Para onde vamos?, Por que estamos aqui?) E ofereça explicações tradicionalmente aceitas pelo povo, transmitidas de geração em geração ao longo dos séculos de maneira oral ou escrita.

Enquanto mito, enquanto isso, você também pode designar história ficcional da elaboração literária em que alguma realidade humana é condensada e tem certo significado universal, como o mito de Sísifo, que vem da mitologia grega e que Albert Camus recriou em um livro.

Por outro lado, um mito também pode se referir a um pessoa ou coisa em torno da qual uma aura de admiração e estima foi criada como, por exemplo, o mito de Roberto Bolaño.

Da mesma forma, um mito pode ser um pessoa ou coisa à qual foram atribuídas certas qualidades, características ou excelências que são infundadas ou são deliberadamente falsas. Por exemplo, o mito da pobreza da Igreja Católica.

Veja também cosmovisão.

Mito e lenda

Um lenda É uma história de tradição popular com uma base histórica mais ou menos reconhecível que se refere a fatos naturais ou maravilhosos.

Como tal, a lenda está situada na fronteira entre mito e realidade e, como o mito, passou de geração em geração por transmissão oral ou escrita.

A lenda, ao contrário do mito, que fala de deuses, semideuses e criaturas fantásticas, refere-se a ações e atos de personagens arquetípicos, como o herói, o sábio, o inocente, o perverso etc. Lendas são, por exemplo, as histórias de Robin Hood ou a suposta existência da cidade de Atlantis.

Atualmente, no entanto, as lendas foram reconfiguradas e as lendas urbanas, ou seja, relatos de domínio popular sobre fatos fictícios ou sem base real, como o suposto congelamento da Walt Disney ou pesquisa científica sobre formas de vida inteligentes extraterrestres na Área 51, nos Estados Unidos.