Significado de sociopata

O que é um sociopata?

Um sociopata é uma pessoa que sofre de sociopatia, uma patologia de tipo psicológico que causa comportamento caracterizado por impulsividade, hostilidade e desenvolvimento de comportamentos anti-sociais.

A sociopatia é listada como um transtorno de personalidade, atualmente conhecido como transtorno de personalidade anti-social.

Pode ser detectado e diagnosticado a partir dos 18 anos de idade, embora seus primeiros sintomas se desenvolvam desde a adolescência. Homens são mais propensos a ter sociopatia do que mulheres.

Como tal, é uma doença crônica, por isso carece de cura. No entanto, psicoterapia e medicamentos podem ajudar a controlá-lo.

Características do sociopata

O sociopata é caracterizado pela falta de empatia pelos outros, forte egocentrismo, desapego às normas sociais e tendência a simular sentimentos. É emocionalmente instável e muito impulsivo, que às vezes pode levar a ataques ou situações de violência. Ao mesmo tempo, geralmente é encantador, mas não confiável. Falta sentimentos de culpa, vergonha ou arrependimento.

Sociopata e psicopata

Sociopata e psicopata não são os mesmos, no entanto, indivíduos que sofrem dessas doenças compartilham algumas características.

Semelhanças

Tanto a sociopatia quanto a psicopatia são transtornos de personalidade. Ambos são caracterizados pela falta de noção de normas sociais, a ausência de empatia com os outros, a falta de sentimentos de culpa por suas ações e a tendência a ser violento e causar danos aos outros. Por outro lado, os dois parecem pessoas normais, até inteligentes e charmosas, com tendência a mentir e manipular os outros..

Diferenças

O sociopata tende a ser mais impulsivo, incapaz de se conter e cometer atos de agressão ou violência. Os psicopatas, por outro lado, tendem a ser mais cuidadosos e calculistas. Por outro lado, enquanto a psicopatia é uma condição com a qual nasce, o sociopata se torna no decorrer de sua vida..

Sociopata funcional

Como sociopata funcional, é chamada a pessoa que, apesar de sofrer dessa condição, consegue controlá-la através do tratamento, podendo levar uma vida relativamente normal e interagir com outras pessoas..