Significado de paleontologia

O que é Paleontologia:

Paleontologia é a ciência natural através da qual o passado da vida na Terra é estudado e reconstruído.

É uma ciência que expõe como era a vida na Terra antes do aparecimento dos seres humanos. Os cientistas obtêm informações da coleção de vestígios fósseis de seres vivos, como plantas, insetos e animais, mesmo levando em consideração amostras de solo.

A palavra paleontologia deriva do grego palácios o que significa 'velho', para que se traduz como 'ser' e loggia o que significa "ciência".

A paleontologia é compatível com outros estudos científicos e naturais, principalmente com geologia e biologia, responsáveis ​​por obter informações importantes sobre as mudanças físicas do planeta e seus efeitos nos seres vivos.

O objetivo do estudo da paleontologia é coletar todos os dados possíveis sobre como era a Terra no passado, a fim de reconstruir a origem, evolução e relacionamento que existia entre seres vivos extintos.

Nesse sentido, a paleontologia é dividida em diferentes ramos de estudo, como paleobiologia, paleobiogeografia, tafonomia, biocronologia, entre outros..

Esses estudos expõem a origem dos seres vivos, suas mudanças evolutivas, as relações de filogenia ou parentesco, sua distribuição territorial, as causas de morte ou extinção e os processos de fossilização dos restos de animais, plantas e plantas..

Dessa forma, a importância da paleontologia se deve ao fato de ser uma ciência que possibilita entender a biodiversidade existente hoje, como tem sido a distribuição dos seres vivos e sua contínua evolução, a formação dos continentes, entre outros.

Vale ressaltar que a paleontologia remonta à Grécia antiga até os dias atuais; portanto, foram desenvolvidas várias técnicas de estudo que complementam as informações coletadas ao longo da história sobre a origem da vida na Terra..

Entre os paleontólogos mais destacados, destacam-se Georges Cuvier, Charles Darwin, Joseph Leidy, Jack Horner, Iván Efremov, Lucas Mallada, Mary Anning, Paul Sereno, entre outros..

Veja também Fossil.

Ramos da paleontologia

Os principais ramos da paleontologia são paleobiologia, tafonomia e biocronologia. Esses ramos de estudo nos permitem entender como as mudanças climáticas e geográficas interferiram na distribuição e evolução dos seres vivos.

Paleobiology

É um ramo da paleontologia que, juntamente com a biologia, lida com o estudo dos organismos que existiam no passado através de seus restos fósseis..

Desde paleobiologia, fósseis, taxonomia de animais, plantas e plantas, impressões digitais, distribuição de seres vivos, análise de material genético, entre outros..

Portanto, a paleobiologia é composta por outras especialidades como paleozoologia, paleobotânica, paleoecologia, paleobiogeografia, entre outras.

Taphonomy

É o ramo da paleontologia a partir do qual são estudados os processos que atuaram e ainda atuam na fossilização, bem como os depósitos fósseis. Este é um estudo indispensável para a análise subsequente de fósseis.

Biocronologia

É o ramo da paleontologia que estuda a cronologia de quando os seres já extintos viviam e as mudanças bióticas que ocorreram naquela época a partir dos restos fósseis. Também permite determinar, aproximadamente, a idade biológica do fóssil encontrado.