Significado de Neurose

O que é neurose:

Como neurose, um distúrbio parcial dos aspectos funcionais de um indivíduo, associado principalmente a conflitos emocionais ou psicológicos. Ao contrário da psicose, não é acompanhada por alterações orgânicas visíveis.

O fim neurose Foi introduzida pelo médico escocês Willian Cullen em 1769. A palavra, como tal, vem do latim νεῦρον (neûron), que significa 'nervo', e -σις (-sis), prefixo usado na medicina para indicar 'doença'.

Em psicologia, o termo neurose foi usado em referência a um doença nervosa, caracterizada pelas dificuldades de adaptação apresentadas pelo indivíduo em diferentes situações.

Assim, os transtornos mentais caracterizados pela presença de um alto nível de angústia e ansiedade, com diferentes manifestações não psicóticas, foram denominados neurose..

Nesses distúrbios, tanto o pensamento racional quanto o funcionamento do indivíduo eram distorcidos, mas sem evidências de danos orgânicos.

O indivíduo, portanto, manteve a capacidade de trabalhar, estudar e se envolver emocionalmente com a realidade..

Assim, a neurose se referia a uma série de transtornos mentais, como neurose de ansiedade, neurose obsessivo-compulsiva, neurose fóbica, neurose histérica, neurose hipocondríaca, neurose depressiva, entre outros.

Atualmente, no entanto, a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a American Psychiatric Society eles preferem optar pelo termo mais geral desordens, ao invés de neurose.

Veja também Desordem.

Neurose segundo Sigmund Freud

Para Sigmund Freud, a neurose se manifesta nos indivíduos sob a forma de um enorme fluxo de angústia. O indivíduo sofre e sente medo do presente e do futuro, desenvolve fobias e manias. Tudo isso é acompanhado por ansiedade constante.

Sintomas de neurose

Entre os sintomas gerais da neurose, são mencionados os seguintes:

Depressão: o indivíduo tem um humor melancólico e triste; pensamentos pessimistas de sofrimento e morte abundam nele.

Ciclotimia: Pode ser visto como um distúrbio bipolar, no qual o indivíduo possui um alto nível de energia, atividade, inquietação, irritabilidade. Pode ser um produto da dependência de drogas, especificamente cocaína e medicamentos para dormir.

Fobias: medo intenso de situações ou objetos que produzem angústia

Obsessão: o indivíduo tem pensamentos involuntários, sem sentido e recorrentes. Além disso, ele apresenta pensamentos obsessivos e perfeccionistas e duvida de seus próprios atos..

Distorção no pensamento racional: ocorre naquelas pessoas que sofrem de baixa auto-estima e são muito exigentes consigo mesmas.

Celotypy: É caracterizado por ciúme compulsivo. O indivíduo busca atos irracionais que permitem obter evidências de que está sendo enganado.

Distúrbios somatoformes: o indivíduo afirma ter sintomas físicos, como dor, inflamação, fraqueza, lesões, entre outros, mesmo que o médico não possa confirmar.

Distúrbios dissociativos: são todas aquelas condições patológicas que podem levar o indivíduo a sofrer de falhas de memória, consciência, identidade ou percepção.

Transtornos da personalidade: anomalias de personalidade nos níveis emocional, motivacional ou social.

Distúrbios adaptativos: problemas na vida normal da pessoa para se adaptar ao seu estilo de vida ou ambiente.

Tipos de neuroses

Neurose obsessiva

A neurose obsessiva, também conhecida como transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), é um transtorno de ansiedade.

É caracterizada por pensamentos recorrentes e persistentes, que levam o indivíduo a sentir inquietação, apreensão, medo ou preocupação.

Veja também Obsessão.

Neurose histérica

A neurose histérica é uma condição que envolve a perda de uma ou mais funções corporais: cegueira, paralisia, incapacidade de falar, bem como outros sintomas do sistema nervoso (neurológico) que não podem ser explicados por uma avaliação médica. Pode ser causado por um conflito psicológico..

Neurose depressiva

A neurose depressiva é vista como um estado mental em que o indivíduo apresenta uma perda de interesse ou prazer em todas ou quase todas as atividades que pratica em sua vida cotidiana..

O indivíduo que sofre disso sente uma tristeza profunda, prolongada e excessiva causada por alguma circunstância externa.

Neurose de angústia

A neurose de ansiedade é caracterizada pela presença de um medo constante, cujo motivo é desconhecido.

Esse tipo de neurose se manifesta de maneira moderada, mas pode levar a estados de profunda ansiedade, caracterizados por grande tensão.

Neurose de ansiedade

A neurose de ansiedade é caracterizada por um sentimento de frustração e medo e, às vezes, de desespero.

Manifesta-se quando o indivíduo experimenta dificuldades para se adaptar aos diferentes testes ou situações que a vida apresenta.

Neurose fóbica

A neurose fóbica, também chamada de histeria de ansiedade por Freud, caracteriza a aparência no indivíduo de um medo irracional em relação a certas pessoas, objetos, situações ou atos.

Tratamento de neurose

O tratamento da neurose deve ser realizado sob a supervisão de médicos, psicólogos e outros especialistas da área..

Cada neurose pode ter seu próprio tratamento, que pode ser psicoterapia, grupo, família ou terapias individuais..

Neurose e psicose

Neurose e psicose são diferentes distúrbios psicológicos. A psicose, por exemplo, é um distúrbio mental de origem orgânica ou emocional, no qual a capacidade de pensar, comunicar, interpretar a realidade ou se comportar adequadamente pode ser significativamente afetada e interferir substancialmente na vida normal do indivíduo..

A neurose, por outro lado, implica a presença de dificuldades por parte do indivíduo em lidar com determinadas situações, coisas ou idéias. Ao contrário da psicose, a neurose não tem origem orgânica.

Veja também Psicose.